Proteção Social Especial

18/05/2017

 A Proteção Social Especial do Sistema Único de Assistência Social é destinada a famílias e indivíduos que se encontram em situação de risco pessoal e social, por ocorrência de abandono, maus tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, uso de substâncias psicoativas, cumprimento de medidas socioeducativas, situação de rua, situação de trabalho infantil, entre outras situações de violação dos direitos. Na proteção social especial, há dois níveis de complexidade: média e alta. As demandas que se apresentam na PSE em razão da complexidade, risco e violação de direitos que os indivíduos e/ou famílias estão vivenciando requerem uma articulação que se torna imprescindível com a rede socioassistencial, principalmente com o poder Judiciário.

Proteção Social Especial de Média Complexidade

Na Média Complexidade o atendimento fundamenta-se no respeito à heterogeneidade, potencialidades, valores, crenças e identidades das famílias. O serviço articula-se com as atividades e atenções prestadas às famílias nos demais serviços socioassistenciais, nas diversas políticas públicas e com os demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos. Deve garantir atendimento imediato e providências necessárias para a inclusão da família e seus membros em serviços socioassistenciais e/ou em programas de transferência de renda, de forma a qualificar a intervenção e restaurar o direito.

A Média Complexidade conta com:


CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) que oferta os serviços:

- Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos – PAEFI

- Serviço de Proteção Social ao Adolescente em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida – LA e de Prestação de Serviços a Comunidade – PSC

 - Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas Famílias.

O município de Piraquara dispõe de um CREAS localizado na Rua Ângelo Gali, 12 – Centro, com equipe composta por psicólogos, assistentes sociais e educadores sociais.

Horário de Atendimento: Segunda á Sexta-feira, 8h às 12h e das 13h às 17h.

Informações: 3590-3415.



Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua

O Centro POP é uma unidade da Proteção Social Especial onde são ofertados serviços especializados para a população em situação de rua por meio dos serviços de abordagem, resgate e se necessário o encaminhamento para acolhimento institucional. Em um espaço amplo e estruturado, o centro dispõe de alimentação, acesso a higienização corporal, local para a guarda de pertences, além do acompanhamento e ações de ressocialização.

A equipe é composta por: assistente social, agentes operacionais, psicóloga e educadores sociais que ministram atividades físicas e artísticas para os usuários.

Horário de Atendimento: Segunda á sexta-feira - 8:00h às 17:00h. Informações: 3590-3655.



Proteção Social Especial de Alta Complexidade


A Alta Complexidade oferece atendimento às famílias e indivíduos que se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos, necessitando de acolhimento provisório, fora de seu núcleo familiar de origem.

O município oferta os seguintes serviços na Alta Complexidade:

Unidades de Acolhimento Institucional Elvira Lorusso do Nascimento para crianças e Adolescentes em caráter, provisório e excepcional á crianças e adolescentes de ambos os sexos, sob medida de proteção devido a grave situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção. A equipe é composta por: Coordenação, psicóloga, assistente social, educadores sociais, assistentes operacionais, cuidadores e motorista estagiários.

Unidades de Acolhimento Institucional para Pessoas em Situação de Rua.

O serviço é ofertado no mesmo espaço do Centro Pop. E a sua oferta está condicionada a avaliação técnica e ao número de vagas disponíveis. O Serviço de Acolhimento de Adultos e Família – Famílias e/ou indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados. É previsto para pessoas em situação de rua e desabrigo por abandono, migração, pessoas em Trânsito e ausência de residência ou pessoas em transito sem condição de auto sustento.

Serviço que se propõe a atender as pessoas com privacidade ofertando atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência; com oferta de atendimento imediato e emergencial, enquanto se realiza um estudo diagnóstico detalhado de cada situação para os encaminhamentos necessários. Equipe composta por: Coordenação, psicóloga, assistente social, educadores sociais, assistentes operacionais, cuidadores e estagiários.