SAÚDE - Publicado em: 25/09/2017

Teve início a Semana de Incentivo à Doação de Sangue e Medula Óssea de Piraquara

Tiveram início nesta segunda feira (25) as atividades da Semana de Incentivo à Doação de Sangue e Medula Óssea de Piraquara. É a terceira edição da semana, que foi instituída por meio da Lei Gustavo Rosa Calonga, Nº – 1387/2014, com o objetivo de esclarecer e conscientizar as pessoas sobre a leucemia, além de incentivar a doação de sangue e o cadastro de medula.

A abertura ocorreu no Teatro Municipal Heloína Ribeiro de Souza, durante a tarde, com o depoimento do Marcos Calonga, pai do Gustavo Calonga, que emocionou os presentes. Ele expôs os momentos que família passou durante o tratamento do jovem e a luta permanente para conscientizar cada vez mais pessoas sobre a doação de sangue e medula.  

Em seguida o maratonista, Marcelo Alves, falou sobre a sua experiência em competições extremas por todo o mundo e a campanha que ele faz pela doação de medula em cada uma delas. Ele também é um incentivador, que por meio do esporte extremo quer chamar a atenção da sociedade sobre o tema. Por fim, o Hemepar que é parceiro da mobilização fez uma palestra de esclarecimento sobre os procedimentos de cadastro e doação.

Programação continua durante toda a semana

Durante os cinco dias da semana, a prefeitura vai levar os interessados em doar sangue e fazer o cadastro de doadores de medula até o Hemepar, em Curitiba. O transporte será disponibilizado em diferentes regiões do município com saídas programadas das unidades de saúde; Nanci Terezinha, Vila Macedo, Caiçara, São Cristóvão e Elfride.

No dia 27, na Regional do Guarituba, vai ocorrer à coleta de sangue e o cadastro de doadores de medula. Ainda estão programadas blitz educativas e a distribuição de materiais informativos em diferentes regiões do município. 

Confira as fotos

Lei Gustavo Rosa Calonga

A Lei Gustavo Rosa Calonga instituiu em Piraquara a Semana Municipal de Incentivo à Doação de Sangue e Medula Óssea, com o objetivo de esclarecer e conscientizar as pessoas sobre a leucemia, além de incentivar a doação de sangue e o cadastro de medula.

O nome da lei foi escolhido em homenagem ao jovem piraquarense, Gustavo Rosa Calonga, que faleceu aos 11 anos em abril de 2014 por falta de um doador compatível de medula óssea. As ações vão ocorrer sempre no mês de setembro, na semana em que era comemorado o aniversário do Gustavo.

*


Compartilhe seu conteúdo nas redes sociais: