SAÚDE - Publicado em: 08/10/2019

Teve início a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

A campanha nacional de vacinação contra o sarampo ocorrerá em duas etapas. A primeira etapa teve início nesta segunda-feira, dia 07, e segue até o dia 25 de outubro. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde de Piraquara, com foco na vacinação em crianças de 6 meses a menores de 5 anos. No entanto, toda a população até 49 anos que ainda não foi imunizada pode ser vacinada.

Para ampliar ainda mais a vacinação, no dia 19 outubro, sábado, todas as unidades estarão abertas, das 8h às 17h, para ofertar a vacinação contra o sarampo, atualização da carteirinha e emissão do comprovante de vacinação para a matrícula nas escolas e CMEIs.

O Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tossefalaespirra ou respira próximo de outras pessoas. O sarampo é tão contagioso que uma pessoa infectada pode transmitir para 90% das pessoas próximas que não estejam imunes. 

ÚNICA MANEIRA DE EVITAR O SARAMPO É PELA VACINA.

Quem deve se vacinar contra o sarampo?  

  • Dose zero: Devido ao aumento de casos de sarampo em alguns estados, todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas (dose extra).
  • Primeira dose:  Crianças que completarem 12 meses (1 ano).
  • Segunda dose: Aos 15 meses de idade, última dose por toda a vida.

Adulto deve se vacinar contra o sarampo?

Tomou apenas uma dose até os 29 anos de idade:

  • Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina;
  • Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

Não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra?

  • De 1 a 29 anos - São necessárias duas doses;
  • De 30 a 49 anos - Apenas uma dose.

Grávidas podem tomar a vacina contra o sarampo?

A vacina é contraindicada durante a gestação, pois são produzidas com o vírus do sarampo vivo, apesar de atenuado. A gestação tende a diminuir a imunidade da mulher, o que deixa o sistema imunológico mais vulnerável e, por isso, a vacina pode desenvolver a doença ou complicações.

O recomendado pelo Ministério da Saúde é que a mulher que faça planos de engravidar tome todas as doses da vacina antes, podendo esta ser a tríplice ou a tetra viral, e que mantenha toda a rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação atualizada, para se proteger e proteger o bebê.

Onde devo tomar a vacina?

Em todas as unidades de saúde do município, no horário das 8h às 17h

SAIBA MAIS: Sarampo: sintomas, prevenção, causas, complicações e tratamento.


Compartilhe seu conteúdo nas redes sociais: