SAÚDE - Publicado em: 28/02/2019

Profissionais da Residência Multiprofissional apresentam os trabalhos de conclusão do programa

Na última sexta-feira, dia 23 de fevereiro, profissionais da Residência Multiprofissional em Saúde da Família, projeto desenvolvido por meio da parceria entre a Prefeitura de Piraquara e a UFPR, apresentaram os seus trabalhos de conclusão. O evento, realizado no auditório do Complexo Administrativo Vila da Cidadania, também marcou o encerramento do segundo ciclo do programa no município.

Foram apresentadas as pesquisas dos residentes de Farmácia, Odontologia, Medicina Veterinária e Terapia Ocupacional para professores e coordenadores da UFPR e para profissionais da Secretaria de Saúde do município. O momento também marcou a despedida entre os participantes do programa e os servidores que conviveram em diferentes projetos e setores.   

Estabelecida em 2016, a parceria com a UFPR tem sido ampliada a cada ano e qualifica o atendimento da saúde municipal. "É uma satisfação muito grande contar com o programa em Piraquara, pois a cada ciclo novas pesquisas são desenvolvidas e o trabalho em nossas unidades é aperfeiçoado. O município agradece a participação de todos e se mantém à disposição para auxiliar na formação de novos profissionais", destacou a Secretária de Saúde, Maristela Zanella.

Também participaram do evento a Coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UFPR, Professora Doutora Marilene Buffon, o Deputado Estadual Michele Caputo, os vereadores Marcelinho da Saúde, Valdeci e Professor Pedro, representantes do Conselho Municipal de Saúde e ex-residentes.

Confira as fotos

Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família

A residência é um programa de especialização que existe há mais de 10 anos na UFPR e permite que profissionais de diversas formações em saúde possam vivenciar a prática do serviço aliada à base teórica. Ele funciona por meio de uma parceria entre os Ministérios da Educação, Saúde, UFPR e o município. Durante o período de dois anos, os profissionais, já formados, atuam nas unidades de Piraquara custeados por meio de uma bolsa do Governo Federal.

O programa estabelece carga horária, metas e uma série de responsabilidades para os profissionais, que trabalham nas unidades básicas de saúde e também nos centros de especialidades.


Compartilhe seu conteúdo nas redes sociais: